Taubaté confirma mil novos casos de dengue em menos de dez dias

Com aumento de cerca de mil casos em menos de dez dias, Taubaté chegou a 3.809 vítimas de dengue, de acordo com balanço da Vigilância Epidemiológica divulgado nesta segunda-feira (18).

No último levantamento, feito no dia 9 de maio, o município contabilizava 2.754 casos confirmados, além de três mortes suspeitas, que continuam sendo investigadas. Esta é a segunda maior epidemia da doença na história da cidade, segundo a prefeitura.

A investigação dos números divulgados pela atual administração é uma das propostas da Comissão Especial Parlamentar (CEI) instaurada pela Câmara na última quarta-feira (14). Vereadores de oposição ao governo Ortiz Júnior (PSDB) acreditam que mais de 20 mil pacientes já possam ter contraído dengue na cidade.

Para conter o avanço da doença, a Secretaria de Saúde informou que tem reforçado as ações de combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti. Para isso, 25 agentes estão em processo de contratação definitiva e devem começar os trabalhos em aproximadamente dois meses.

Segundo a pasta, cerca de 100 profissionais têm trabalhado de segunda a sábado para nebulização e bloqueio do mosquito em imóveis na cidade e cerca de 100 toneladas de lixo domiciliar foram recolhidos durante operações cata-treco.

Neste ano, também foram registradas quatro autuações à proprietários de imóveis com criadouros do mosquito. A multa está prevista em lei desde 2012 e o valor pode variar entre R$ 200 e R$ 1 mil.

Região
Ao todo, 20 das 39 cidades do Vale do Paraíba e litoral norte registraram 8 mil casos de dengue neste ano, segundo último balanço da Secretaria do Estado da Saúde. Além de Taubaté,CaraguatatubaUbatubaIlhabelaSão SebastiãoPindamonhangaba e Atibaiaenfrentam epidemia da doença. O cenário epidêmico é caracterizado a partir de 100 casos a cada 100 mil habitantes.

Compartilhe.

Deixe seu comentário